Ressurreição e Vida

AddThis Social Bookmark Button

lazaroDisse-lhe Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Você crê nisso?" (João 11.25)

No Calvário Jesus experimentou a morte por cada homem, mulher e criança. Na sua ressurreição Jesus agora aguarda todo ser humano do outro lado da morte. Ele convida todo ser humano a sair da morte com Ele.

Na história de Lázaro em João 11 Jesus revela a sua atitude perante a nossa morte. Quando a notícia da doença de Lázaro chegou até Jesus, Jesus não correu para curar a doença. Jesus não entrou em pânico para salvar o seu amigo. Em vez disso Jesus foi ver o seu amigo quando a morte fez tudo que podia contra o Lázaro. Vendo o que a morte fez, Jesus chorou e chamou o Lázaro para viver.

A morte de Jesus no Calvário revela a mesma verdade. Toda a humanidade precisa morrer e depois ser ressuscitada. Jesus não entrou em pânico no Calvário quando a morte veio. Ele se entregou a morte que seria a morte de todos nós. Calvário não é somente a morte de Cristo. É a morte de todo ser humano.

Por causa da morte de Jesus no Calvário qualquer ser humano pode ouvir Jesus chamando "Venha para fora da morte!". Agora qualquer homem, mulher ou criança pode vencer a morte em união com Jesus.

Pregar o evangelho é falar para todos os seres humanos que Jesus está chamando do outro lado da morte dizendo: "Venha! Viva!". Aqueles que ouvem a voz de Jesus e creem nesta oferta de vida podem dizer "Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim." (Gálatas 2.20)

Jesus não veio transformar pessoas más em pessoas boas. Ele veio tornar pessoas mortas em pessoas vivas.



Pr. Carlos McCord