Deus perdoa condicionalmente?

AddThis Social Bookmark Button

oracao"Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores." (Mateus 6:12)

Deus é um Deus perfeito, sem defeito e sem dolo. Nós seres humanos, ao contrário, somos imperfeitos e temos diversas fraquezas. Por essa razão, nunca poderemos perdoar tão integralmente como Deus o faz em relação a nós. Jesus Cristo estava bem consciente disso quando nos ensinou a orar. A realidade de nossa imperfeição, porém, não deve nos levar a agir levianamente com a questão do perdão ao próximo! Por diversas vezes a Sagrada Escritura nos exorta a perdoar aqueles que se tornaram culpados em relação a nós (veja Mateus 6:14; 18:21-22; Colossenses 3:13; Efésios 4:32).

Quem passou pela experiência de ser lavado de todos os pecados pelo sangue de Cristo (Efésios 1:7) nem pode agir de outra forma a não ser perdoando a seu próximo. Em outras palavras: um pecador redimido toma uma decisão consciente de perdoar a quem o feriu ou magoou.

Pode acontecer que, em certas ocasiões, ele volte a se lembrar do mal que lhe foi feito, mas não dá lugar a esses pensamentos e reforça a sua opção: "Perdoei porque o Senhor também perdoou os meus pecados!" Assim, em fraqueza e humildade, também poderemos orar: "...como nós temos perdoado aos nossos devedores".

 

Elsbeth Vetsch