O primeiro mandamento com promessa

  • Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

Honrar pai e mae"Honra teu pai e tua mãe", este é o primeiro mandamento com promessa: "para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra". (Efésios 6:2-3)

A afirmação do apóstolo Paulo em Efésios 6:2-3 é uma constatação objetiva de que este foi o primeiro mandamento com promessa (Êxodo 20:12; Deuteronômio 5:16). Com isso, Paulo não está dizendo que os mandamentos da aliança do Sinai, que eram para Israel, deveriam ser obedecidos também pela Igreja formada pelos crentes dentre as nações (gentios). Se o fizesse, estaria contradizendo outras declarações suas feitas em outras passagens do Novo Testamento. Por exemplo, em Romanos 6:14 ele afirmou: "Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça".

Porém, mesmo que não estejamos sob a Lei, temos compromisso com as declarações das Sagradas Escrituras e não somos ímpios sem lei.

As ordenanças do Novo Testamento são tão claras e evidentes (e tão abrangentes) que vão além dos Dez Mandamentos. Por isso, o apóstolo Paulo diz no versículo seguinte: "E daí? havemos de pecar porque não estamos debaixo da lei, e sim da graça? De modo nenhum!" (Romanos 6:15).

Na Antiga Aliança os israelitas estavam debaixo da Lei mosaica e tinham de honrar pai e mãe, e essa obediência condicionava uma longa vida na terra. Olhando da perspectiva do Novo Testamento, nós, diferentemente de Israel, não temos promessas de bênçãos terrenas, mas promessas de bênçãos celestiais. Por essa razão, Paulo não diz que temos a promessa de vida longa, mas simplesmente mostra que era assim na Antiga Aliança. Porém, nós, cristãos, também somos exortados a amar pai e mãe. Paulo apenas salienta a importância desse fato quando mostra que sob a Lei esse mandamento vinha acompanhado de uma promessa especial.

 

Norbert Lieth