Perdão de pecados por meio de intercessão?

AddThis Social Bookmark Button

IntercessaoA Bíblia diz que cada pessoa vai prestar contas a Deus por si mesma, pessoalmente: "Pois Deus trará a julgamento tudo o que foi feito, inclusive tudo o que está escondido, seja bom, seja mal" (Eclesiastes 12:14). "Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12). Deuteronômio 24:16 explica: "Os pais não serão mortos em lugar dos filhos, nem os filhos em lugar dos pais; cada um morrerá pelo seu próprio pecado" (Deuteronômio 24:16). Por isso, a salvação consumada em Jesus Cristo precisa ser reivindicada individualmente. "Todos os profetas dão testemunho dele, de que todo aquele que nele crê recebe o perdão dos pecados mediante o seu nome" (Atos 10:43). Como diz a Escritura: "Todo o que nele crê não será confundido" (Romanos 10:11). 

Deus salienta repedidamente a importância da decisão pessoal. Lemos, por exemplo, em Josué 24:15: "Se, porém, não lhes agrada servir ao Senhor, escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas, eu e a minha família serviremos ao Senhor" (Josué 24:15).

Um antigo ditado diz que "Deus não tem netos". Cada um precisa se decidir por si mesmo e para si mesmo! Assim, quando lemos que Moisés, Jó, Estêvão ou o Senhor Jesus oraram pela culpa de outros, isso nada tem a ver com o perdão da culpa (a culpa somente pode ser perdoada através do arrependimento pessoal e da confissão, veja 1 João 1:9). O que esses homens de Deus fizeram foi clamar pela graça de Deus em favor dos que se tornaram culpados, suplicando que Ele fosse propício ao pecador. Vemos isso de uma forma muito vívida no exemplo de Abraão. Ele se colocou diante de Deus intercedendo par que o Senhor afastasse o juízo de Sodomo e Gomorra (Gênesis 18:23-33). Infelizmente, os moradores dessas cidades não se arrependeram de seus pecados, recebendo o juízo por consequência. Em contraste, vemos a cidade de Nínive. Depois do anúncio de juízo por parte de Jonas, toda a cidade se arrependeu e foi poupada (Jonas 3:1-10).

Como pais, podemos interceder por nossos filhos e suplicar ao Senhor para que Ele os atraia para si bem cedo, e que eles cresçam firmes e fortes nEle. Também podemos abençoar nossos filhos em Nome de Jesus e, por meio de uma conduta exemplar, mostrar-lhes que uma vida com Jesus vale a pena!

 

Samuel Rindlisbacher