A videira e os ramos

uva rossaJoão 15:1-15

Israel continuava uma videira infrutífera, apesar de todos os cuidados do divino Lavrador (vide Salmo 80:8,9; Isaías 5:2). Em contraste, o Senhor se apresenta como a Videira verdadeira, que produz fruto através dos discípulos. Visto que nem todos os ramos da videira dão frutos por igual, assim o Senhor diferencia os que dizem O conhecer: há tais que dão "nenhum fruto"..., outros "fruto", "mais fruto" (João 15:2) e "muito fruto" (João 15:5).

Existem duas condições necessárias para dar fruto:

(1) permanecer nEle assim como um ramo que permanece ligado ao tronco que o alimenta; e

(2) "Ele em nós", da mesma forma como o ramo se deixa impregnar pela seiva que é a sua vida. Por outra parte, não nos esqueçamos de que se o Pai nos "limpa", removendo alguma coisa de uma maneira que às vezes é dolorosa, é a fim de que possamos dar mais fruto (v. 2).

Mas que abençoado resultado flui de tal comunhão! O conhecimento da vontade de Deus e consequentemente a resposta às nossas orações, visto que já não queremos pedir mais outra coisa senão aquilo que Ele mesmo deseja para nós (v. 7): a alegria (v. 11) e finalmente a aprovação inestimável dAquele que deseja nos chamar de Seus amigos (v. 14).

 

Todo Dia Com Jesus

A única porta

AUnicaPortaJESUS É A PORTA

“Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.” (João 10:9)

JESUS É O CAMINHO

“Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” (João 14:6)

JESUS É A ÚNICA PORTA PARA O CÉU

Meu amigo, gostaria de lhe fazer uma pergunta muito importante: Está você tentando entrar no céu por qualquer outro meio? Se é assim, Jesus disse que você é um ladrão e assaltante. “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador” (João 10:1). A religião não é o caminho! O pregador ou o sacerdote não são o caminho! O batismo de água não é o caminho! Ser membro de uma igreja não é o caminho! Ser uma boa pessoa não é o caminho! Fazer boas obras não é o caminho! JESUS É O ÚNICO CAMINHO PARA O CÉU! “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” (Atos 4:12). Não há nada que você possa fazer por si próprio para ganhar a salvação e chegar até o céu. “Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia” (Isaías 64:6). Você poderá entrar no reino de Deus só se aceitar a Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador.

COMO PODEMOS ENTRAR PELA PORTA?

Entramos pela porta quando pedimos a Jesus que entre em nossos corações e nos salve. “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome” (João 1:12). “A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação” (Romanos 10:9,10). “Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Romanos 10:13). Não deixe que o diabo lhe engane, fazendo-lhe acreditar que tem outro meio, “porque é mentiroso, e pai da mentira” (João 8:44b). A salvação e a vida eterna é um presente de Deus para todo aquele que simplesmente recebe a Jesus Cristo no seu coração. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2:8-9). Em Marcos 1:15 Jesus nos
diz “…O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho.” Crer no evangelho significa crer “…que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras” (1 Coríntios 15:3b,4). Jesus morreu na cruz, foi sepultado e ressurgiu pelo poder de Deus para nossa salvação. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

Meu amigo, se você quer ter certeza da salvação e que o céu será o seu lar, faça esta simples oração ou uma similar com sinceridade, de todo seu coração: "Senhor, eu confesso que sou pecador e preciso de tua misericórdia. Eu sei que não tenho o poder para salvar a mim mesmo. Creio que Jesus Cristo morreu na cruz por mim. Me arrependo dos meus pecados e coloco a minha fé no sangue derramado por Jesus para perdão dos meus pecados e aceito a Jesus como meu Salvador e Senhor. Obrigado Senhor Jesus pela minha salvação. Amém."

“Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.” (Jõao 3:36)

 

Fellowship Baptist Church

O que precisamos saber sobre o pecado

errar alvoPecado significa "errar o alvo". Isso que dizer que as pessoas vivem longe do caráter santo de Deus. Pecado é tudo o que não está de acordo com o ser de Deus: todo ato, toda tendência, toda situação. Quando o pecado entrou na raça humana através de Adão, este se tornou uma pessoa completamente diferente, corrompida e decadente. E todos os seus descendentes herdaram essas características negativas de sua personalidade. A perfeição original do homem foi totalmente destruída. Precisamos apenas dar uma olhada nas notícias diárias para ver quanto a humanidade está degenerada. [...]

A Bíblia ensina que o ser humano está corrompido em sua disposição mental (Romanos 1.28), no seu entendimento (2 Coríntios 4.4), tem cauterizada sua própria consciência (1 Timóteo 4.2) e está obscurecido e cego em seu entendimento (Efésios 4.18; 2 Coríntios 4.3-4). Na verdade, somos tão profundamente corrompidos em nosso ser, que não nos tornamos pecadores pelos pecados que cometemos; cometemos pecados porque somos pecadores por natureza. Além disso, todo pecado que cometemos (em pensamentos, palavras ou ações) é acrescentado em nossa lista de culpa diante de Deus. E assim como é inútil tentar lavar o carvão para torná-lo branco, tampouco o homem pode livrar-se do pecado através de seus próprios esforços.

É errado pensar que somente pessoas "boas" chegam ao céu e que as "más" vão para o inferno. Nem bons nem maus vão para o céu, mas somente aqueles que receberam a justiça de Deus pela graça e tomaram posse dela pela fé. A Palavra de Deus não deixa a menor dúvida: "Não há homem justo sobre a terra que faça o bem e que não peque" (Eclesiastes 7.20, veja também Romanos 3.10-12).

Talvez agora seja possível entender que existe uma única justificação para o homem: não a própria, mas exclusivamente a obtida através de Jesus Cristo, o Justo. Existe perdão em Jesus. A Bíblia diz: "Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã" (Isaías 1.18). Realmente, o perdão de Jesus é único, incomparável e maravilhoso! [...]

Muitas pessoas tentam compensar seus erros fazendo boas obras, mas isso não as ajuda em nada. Outras tentam lavar suas almas através de exercícios espirituais, mas isso também não funciona. Outras se suicidam impelidas por uma consciência desesperada. Mas isso também não as liberta, pois a alma continua vivendo.

Sobre a terra, somente o Filho do Homem, Jesus Cristo, tem o poder de perdoar pecados (Mateus 9.6). Só Ele pode tirar nossa culpa e tomar sobre Si os pecados de todos os homens porque só Ele é o Filho de Deus, só Ele é sem pecado, só Ele é justo e não nasceu da semente de Adão, pois se tornou homem pelo Espírito Santo.

Assim como todas as pessoas nasceram em pecado e tornaram-se pecadoras através do primeiro Adão, todos os que creem em Jesus, o "segundo Adão", como o chama a Sagrada Escritura, tornam-se justificadas diante de Deus (Romanos 5.1; Coríntios 15.45-48). Assim como em Adão os pecados nos são imputados, em Jesus eles deixam de nos ser atribuídos – recebemos Sua justificação dos pecados! Assim, Jesus preparou o caminho para nós, tornando-se a porta para o reino de Deus. [...]

As diferentes religiões dão conselhos, recomendam princípios de vida e estabelecem regras de conduta, mas ninguém pode oferecer uma salvação que se compare à Salvação plena e completa de Jesus!

Capa Conheca Jesus

 

Texto compilado do cap. 5 do livro de Norbert Lieth, “Conheça Jesus”.

Clique na imagem para baixar o livro completo em pdf.

Leia e divulgue. Pode ser reproduzido e copiado livremente no formato eletrônico desde que seu conteúdo não seja alterado, seja citada a fonte e oferecido gratuitamente. Mais informações no site.

 

Deus nos prepara para a luta

cavalo de batalhaProvérbios 31:21. "Prepara-se o cavalo para o dia da batalha, mas o Senhor é que dá a vitória."

Reflexão: Um verso tão pequeno, mas tão profundo. O cavalo era uma animal muito usado nas guerras; sua força, sua velocidade, sua capacidade de ser domado pelo homem o qualificava para a guerra. Por meio desse animal os homens saiam a guerrear. Mas, o povo de Deus embora tivesse no cavalo um grande aliado, todavia não era suficiente; a força e vitória na batalha não estava no cavalo, mas tão somente em Deus. O povos pagãos que lutavam contra o povo de Deus confiavam nos cavalos e quanto maior era o número de homens e de cavalos maior era a certeza da vitória. A força do guerreiro, do exército estava no cavalo. Mas o que é um cavalo nas mãos de Deus? E qual é a força de um cavalo diante da força de Deus? Eis a diferença do povo de Deus e de outros povos, enquanto estes confiavam na força do cavalo, Israel confiava na força do Senhor:

"Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus. Uns encurvam-se e caem, mas nós nos levantamos e estamos de pé. Salva-nos, Senhor; ouça-nos o rei quando clamarmos" - Salmo 20:7-9.

Não pensemos que é na nossa força que alcançamos nossos sonhos e objetivos. Não pensemos que é nas nossas capacidades que nossos anseios se realizarão... Todas as nossas vitórias devem ser atribuídas ao Senhor, somente ao Senhor. Muitos na guerra, como diz o Salmo 20, encurvam-se e caiem... Muitos caiem confiando nos seus cavalos, mas nós somos diferentes, mesmo que sejamos encurvados não cairemos:

"Ele é o Deus que me reveste de força e torna perfeito o meu caminho.Torna os meus pés ágeis como os da corça, sustenta-me firme nas alturas. Ele treina as minhas mãos para a batalha e os meus braços para vergar um arco de bronze." - Salmo 18:32-34.

Torna os nossos pés ágeis! Que maravilha! Deus nos prepara para a guerra, nos prepara para correr e nunca se cansar; prepara nossas mãos para a batalha. Pensem nisso e se fortaleçam.

 

Antonio Pastor, Igreja Batista de Sião

Insuficientemente bíblicos

fariseuAs pessoas que mais resistiram Jesus eram fariseus. Os fariseus se consideram as autoridades e palavra final em interpretação bíblica e espiritualidade. Tragicamente eles estavam tão focados em ter razão bíblica que eram insuficientemente bíblicos.

No momento de confronto com Jesus, fica evidente nas palavras de Jesus que o estudo bíblico deles não chegou ao alvo bíblico.

"E o Pai que me enviou, ele mesmo testemunhou a meu respeito. Vocês nunca ouviram a sua voz, nem viram a sua forma, nem a sua palavra habita em vocês, pois não creem naquele que ele enviou. Vocês estudam cuidadosamente as Escrituras, porque pensam que nelas vocês têm a vida eterna. E são as Escrituras que testemunham a meu respeito; contudo, vocês não querem vir a mim para terem vida" João 5:37-40.

Os fariseus não viram que Jesus é o alvo da Bíblia. Eles mostraram que a insuficiência bíblica aparece quando quem ensina a Bíblia não reconhece Jesus como sendo o alvo de todo estudo e ensino bíblico.

Todos que ensinam a Bíblia deveriam ler com muita atenção as palavras de Jesus em João 5. Se o nosso ensino de Bíblia não leva os ouvintes a ver Jesus, ouvir Jesus, amar Jesus e viver Jesus, estamos revelando insuficiência bíblica.

Quando ouvimos alguém ensinando a Bíblia, devemos prestar atenção para ver se o alvo do ensino é Jesus. Não fique focado no talento ou poder do pregador. Fique focado no alvo de todo ensino bíblico, que é Jesus.

 

Pr. Carlos McCord