Paz

deixo lhes paz"Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo" (João 14:27).

A definição da palavra PAZ, no Wikipédia, do latim Pax é geralmente definida como um estado de calma ou tranquilidade, uma ausência de perturbações e agitação. Derivada do latim Pacem = Absentia Belli, pode referir-se à ausência de violência ou guerra.

No evangelho de João, no versículo 27 do capítulo 14, Jesus disse: “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo”.

Quero compartilhar aqui uma definição de paz que ouvi quando ainda era jovem. Um professor pediu para que seus alunos expressassem em forma de desenho o que significava paz. No final da aula, ele passou recolhendo os desenhos e o resultado foi que um desenhou pessoas de branco soltando pombos, outro uma pessoa pescando tranquilamente em um lago com águas totalmente tranquilas, outro desenhou alguém deitado em uma rede tomando água de coco, e assim a maioria definiu paz como um estado de total tranquilidade. Porém, um desenho chamou a atenção, pois um aluno tinha desenhado uma grande cachoeira com muitas quedas e um grande spray de água, e no meio de todo este barulho um galho que se inclinava e na ponta um passarinho dormindo tranquilamente. O professor pediu ao aluno que explicasse aquele desenho e ele disse: “para mim, paz é poder descansar tranquilamente independente de todo barulho que está ao nosso redor”. Creio que esta é a melhor definição de paz que Jesus prometeu, paz em meio às aflições.

A paz que Jesus dá não nos deixa alheios ao que acontece em nosso redor. Como Davi, podemos dizer: “Em paz me deito e logo adormeço, pois só tu, Senhor, me fazes viver em segurança” (Salmo 4:8). Isto ele escreveu quando era perseguido por seu filho Absalão.

Existem várias histórias bíblicas que me fazem entender o que é paz, porém a mais extraordinária é a de DANIEL, que conseguiu dormir tranquilamente em uma cova cheia de leões famintos enquanto o rei Dario no conforto de seu palácio não conseguiu pegar no sono.

 

Donizeti Moreira

O Justo pelo Injusto

Resultado de imagem para cruz de cristo
"Aquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus." (2 Coríntios 5:21)


Você já teve o nome comprometido por causa de alguém?
Já foi envolvido em alguma situação delicada por causa do outro?
Pois bem, se você já viveu esta experiência, então pode ter uma vaga ideia do que significou pra Jesus assumir aquilo que não lhe pertencia: NOSSOS PECADOS.
O Getsemani foi palco para a angústia mais terrível que Jesus precisou enfrentar por amor a cada um de nós - Ele teria que experimentar sobre Si o pecado de toda a humanidade.

"O Santo se fez pecado, pra que nós pecadores pudéssemos ser santos."

A nossa santidade tem um custo, tem um preço - Alguém pagou a nossa dívida.
O santificado é alguém consciente deste ato. É grato.
E não somente isso, ele coopera no processo de santificação por saber o que isto significa. O Justo pelo injusto. O Santo pelo pecador.
Nossos pecados estavam sobre Ele, pra que a graça do Seu perdão estivesse sobre nós.
Nossa condenação estava sobre Ele, para que a Sua salvação estivesse sobre nós.
Por isso amamos a Deus quando odiamos o pecado.
Porque foi exatamente o nosso pecado que o levou a morte por amor a cada um de nós.
A nossa santidade não é uma virtude, ela é uma conquista de Jesus pra cada um de nós.
Somos santos aos olhos de Deus porque Jesus se fez pecado por cada um de nós.
#simplesassim

 

Pr. Marcos Davi Ferreira de Andrade

Esperança para cristãos imperfeitos

cristaos imperfeitosPorque, com uma única oferta, aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados (Hebreus 10.14).

Este versículo é cheio de encorajamento para pecadores imperfeitos como nós e é repleto de motivação para a santidade.

Isso significa que você pode ter certeza de que é perfeito e completo aos olhos do seu Pai celestial não porque você é perfeito agora, mas exatamente porque, embora não seja perfeito agora, está "sendo santificado", "sendo feito santo" — de forma que, pela fé nas promessas de Deus, você está se afastando de sua persistente imperfeição em direção à crescente santidade. Esse é o ponto de Hebreus 10.14.

A sua fé o torna desejoso de abandonar o pecado e progredir em santidade? Esse é o tipo de fé que, em meio a imperfeição, pode olhar para Cristo e dizer: "Você já me aperfeiçoou diante de sua vista".

Esta fé diz: "Cristo, hoje pequei. Mas eu odeio o meu pecado. Pois, você escreveu a lei no meu coração e eu desejo cumpri-la. E está operando em mim o que é agradável aos seus olhos. E assim, odeio o pecado que ainda cometo; e odeio os pensamentos pecaminosos que entretenho."

Esta é a verdadeira e realista fé que salva. Esta é a fé que pode saborear as palavras: "Porque, com uma única oferta, aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados".

Este não é a vanglória dos fortes. É o clamor dos fracos que precisam de um Salvador.

Eu o convido, e insisto, a sermos fracos o suficiente para que confiemos em Cristo dessa forma.

 

John Piper

 

Realização em Jesus

Sozinho?"Respondeu-lhe o enfermo: Senhor, não tenho ninguém que, ao ser agitada a água, me ponha no tanque..." (João 5:7a).

Não fomos criados para a solidão. 
Quando refletimos sobre Deus sabemos que Ele vive em eterna comunhão entre Pai, Filho e Espírito Santo. 
Como fomos criados à imagem e semelhança de Deus, nossa alma anela por comunhão. 
Adão do alto de sua mais plena humanidade pura e perfeita para o que fora criado sabia que “Não era bom estar só”. 

No Novo Testamento, em João 5, lemos a história de um homem que por 38 anos aguardava alguém que pudesse colocá-lo no tanque para que fosse curado. 
Ele mesmo disse: “não tenho ninguém...”. 
Esse deve ser um dos sentimentos mais devastadores para o coração humano: “não ter ninguém” e “não ser de ninguém”. 
Mas, Jesus entra em cena e resgata o homem de sua espera, dando-lhe saúde. 

A verdade é que ninguém poderá suprir nossa maior necessidade de comunhão. 
Sim, é ótimo termos amigos, colegas, familiares, mas aquela lacuna mais profunda só será preenchida por Jesus. 
Quando finalmente encontramos nossa realização Nele nunca mais sofreremos de solidão, pois tudo que o isolamento social poderá nos causar é solitude, isto é, a oportunidade de estar a sós com Deus.

 

Pr. Leandro Tarrataca

 

Em cada adversidade, uma oportunidade

oculos pedra"Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração" (Romanos 12:12).

Jesus deu uma missão aos seus discípulos de irem ao mundo todo com sua mensagem, mas é curioso que algumas vezes o mundo todo vai ao encontro dos seus discípulos. 
Um grande exemplo foi a Copa do Mundo de 1994 realizada nos Estados Unidos. 
Na ocasião, centenas de igrejas e outras centenas de organizações missionárias aproveitaram a oportunidade para anunciar a mensagem do evangelho. 
Literalmente milhões de folhetos cristãos foram distribuídos! 

Deus é maravilhoso em trazer ao nosso encontro oportunidades, especialmente oportunidades para obedecê-lo. 
Aliás, alguns desafios em nosso caminho, não poucas vezes, são oportunidades de obediência. 

Paulo, o apóstolo, foi um homem atento às oportunidades, mesmo apresentadas nas "embalagens" das adversidades. 
E nosso supremo mestre e Senhor quando era interpelado por demônios, coxos, falsos líderes, opositores entre tantas outras adversidades, tornava cada uma em nova oportunidade. 
Troque seus óculos de adversidade pelas maravilhosas lentes das oportunidades e contemple extasiado a grandeza de Deus.

 

Pr. Leandro Tarrataca