Enquanto há vida

AddThis Social Bookmark Button

porquinho“Lembra-te... do teu Criador..., antes que... cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento.” Eclesiastes 12:1

Um empecilho para desfrutarmos da vida que Deus nos oferece é negociar nossos valores. Quando nossas finanças apertam, a primeira coisa que cortamos é nosso investimento na obra de Deus; quando nossa agenda de compromissos está lotada, a primeira coisa que cortamos é a nossa participação na obra de Deus. Se desejamos desfrutar de vida abundante, tudo o que somos, tudo o que temos devem ser dedicados a Deus.

Conta-se a fábula do porco e da vaca. O porco não se conformava que todos gostassem da vaca e quase ninguém gostasse dele. Um dia, o porco perguntou: “eu não entendo, por que todos gostam de você? Você oferece leite, o leite vira queijo, mas eu ofereço a minha própria vida! Quando eles querem comer torresmo, pernil, eles tiram a minha vida! Por que ninguém gosta de mim?” e a vaca respondeu: “Talvez, porque eu ofereça tudo o que tenho em vida e você oferece tudo o que tem depois de morto”.

Há muitos cristãos que não entendem que talentos, tesouro e tempo são coisas sagradas para entregarmos a Deus e nós não devemos esperar a morte para nos entregar Àquele que é dono de tudo. Você quer uma vida plena com Deus? Então siga a Deus com convicção e não negocie aquilo que é sagrado. 

 

Pr. Leandro Tarrataca