Nas mãos de Deus

AddThis Social Bookmark Button

NasMaosDeDeus"Tua é, ó Senhor, a grandeza, e o poder, e a glória, e a vitória, e a majestade, porque teu é tudo quanto há no céu e na terra; teu é, ó Senhor, o reino, e tu te exaltaste como chefe sobre todos" (1 Crônicas 29:11).

Na mitologia grega, Zeus é uma espécie de poderoso chefão dos deuses; também as mitologias nórdicas carregam o mesmo conceito de divindade em que a direção por deuses se dá pela sabedoria de Odin ou Tiwas. 
Mas, a Bíblia apresenta-nos Deus de modo totalmente diferente, Ele é o único Deus verdadeiro, por isso o único Todo Poderoso. 

No Antigo Testamento o poderoso rei Ciro que sequer acreditava em Deus, foi usado por Ele. 
Embora Ciro fosse um adorador do panteão de deuses babilônios, Deus o usou soberanamente para levar a termo Seus sábios propósitos (Isaías 45:1-13). 

Deus continua soberano mesmo quando não é adorado. 
Ele é soberano nas luzes ou nas trevas, soberano na prosperidade ou na calamidade (Isaías 45:7Salmo 50:10-12). 
Mas, a soberania de Deus não é uma manifestação cega do destino, não é cruel, mas bondosa, sábia, justa e proposital. 
Deus é como um oleiro que molda o barro dando-lhe a forma que deseja (Isaías 45:9Isaías 29:16). 
Tal qual o barro, devemos nos render à moldagem do nosso Deus, sem gritos, esperneios, devemos nos render ao toque gentil, mas firme das mãos do nosso soberano Deus.

 

Pr. Leandro Tarrataca