Paz em meios a sonhos não realizados

estrada pazQuando você tem um sonho, um propósito e alguns alvos na vida que quer ver realizados, sua tendência é deixar o imediato e trabalhar neles, em vez de permanecer fiel às tarefas do presente. Com isso em mente, deixe-me dar as primeiras três definições de paz:

1 - Paz é permanecer fiel, apesar do pânico pelos sonhos não realizados.
Você e eu temos alvos, sonhos e desejos que ainda não foram realizados. Nossa tendência é montar nosso puro-sangue e sair a todo galope em direção a eles, abandonando as tarefas do presente, à medida que nos dedicamos aos nossos sonhos, que são muito mais excitantes. Paz é a habilidade de permanecer fiel mesmo quando os sonhos não estão se realizando. Se você se esquecer disso, vai se frustrar e sua paz vai desaparecer rapidamente.

2 - Paz é a capacidade de manter a calma, apesar do pânico das circunstâncias desagradáveis.
Você está enfrentando uma situação incontrolável, uma incerteza? Algo de onde não se pode tirar nenhuma satisfação? Uma situação que é desagradável, desconfortável e infeliz? O Senhor quer que nós o glorifiquemos e caminhemos com Ele, embora o que nos cerca seja desagradável.

3 - Paz é a habilidade de esperar pacientemente, apesar do pânico causado pela incerteza.
Se não apreciarmos o panorama da perspectiva de Deus, tudo o que poderemos ver serão os limites do nosso próprio quadradinho. Então, entramos em pânico. "O que farei? Como vou fazer amanhã? E sobre…? E se…? Mas…". Deus diz: 'Confie em mim. Somente confie em mim. Confie em mim de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconheça-me em todos os teus caminhos e eu endireitarei as tuas veredas' [Cf. Provérbios 3:5,6].

 

Charles Swindoll

 

A volta

voltadeJesus"Esperando e apressando o dia da vinda de Deus, por causa do qual os céus incendiados serão desfeitos e os elementos abrasados se derreterão" (2 Pedro 3:12).

Para aqueles que creem em Cristo e aguardam Sua vinda com grande esperança, esse será um dia de grande alegria. Mas, para aqueles que não confiam em Cristo, esse será um dia terrível de juízo. 
A história da humanidade caminha em direção a um clímax, um ápice, e esse ápice consiste no retorno de Jesus Cristo, quando Ele julgará todos os homens. 

O Novo Testamento tem 260 capítulos, e existem 300 referências quanto à volta de Cristo. 
O dia em que Ele reunirá os Seus, transformará o sofrimento deles em alegria, estabelecendo justiça inabalável sobre a terra. 
Ele julgará todos aqueles que praticam a injustiça. 

Em 2 Pedro capítulo 3, os versículos 5 e 6 mostram que houve um juízo de proporções universais: o dilúvio. 
No futuro haverá um novo juízo para aqueles que não creem no Evangelho. 
Neste capítulo o apóstolo Pedro está procurando trazer à mente daqueles que creem no Evangelho, que a volta de Cristo é algo inevitável. 
Pedro está ajudando seus discípulos a entenderem que a mensagem de Cristo não é uma mensagem que termina quando Ele sai de cena desta terra. 
Ela continua, se perpetua até que Ele retorne com poder e grande glória.

 

Pr. Leandro Tarrataca

 

Simplicidade no dia a dia

labirinto mao"... E o que de mim ouviste de muitas testemunhas, transmite-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros" (2 Timóteo 2:2).

Veja a simplicidade do apóstolo Paulo ao apresentar a Timóteo como o conteúdo do Evangelho deveria ser levado adiante. Ninguém realizará qualquer coisa que seja relevante se sempre considerar todas as objeções e obstáculos a serem vencidos. 

Obviamente não saltamos para a vida sem calcular os desafios, Jesus nos falou da importância dos cálculos antes de nos lançarmos a construir ou a guerrear. 
No entanto, Jesus sempre desafiou seus discípulos a escolherem o caminho simples para as grandes realizações. 
Quando comissionou seus discípulos, apresentou-lhes o mais simples dos planejamentos estratégicos, o mais simples dos modelos orçamentários. 
Talvez o primeiro passo para as grandes realizações e até mesmo para a satisfação na vida seja descomplicar o dia, descomplicar os processos e gastar energia no que realmente vale a pena.

Jesus resumiu a jornada numa relação de amor a Deus e ao próximo. 
Algumas vezes temos tanta coisa entre nós e Deus e entre nós e o próximo que a vida se torna um labirinto de complexidade onde já não mais nos encontramos. 
Simplifique!

 

Pr. Leandro Tarrataca

 

Prepare-se para Adoração

adoracao sincera"Sendo assim, aproximemo-nos de Deus com um coração sincero e com plena convicção de fé, tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada e tendo os nossos corpos lavados com água pura." (Hebreus 10:22)

"Os três testes" que mostram se estamos preparados para adoração:

1º Teste "...aproximemo-nos de Deus com um coração sincero..." 
Devemos chegar com coração transparente – em outras palavras, hipocrisia e adoração não ocorrem ao mesmo tempo. Somos como livros abertos diante de Deus. Portanto, a pergunta é: "Qual é a condição de nosso coração?"

2º Teste "...com plena convicção de fé..." 
Devemos chegar com coração confiante – não adoramos por causa de nossa bondade, mas por causa de nossa fé na perfeição de Cristo. Nossa segurança e certeza é Cristo.

3º Teste "...tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada e tendo os nossos corpos lavados com água pura." 
Devemos chegar com coração grato – Jesus Cristo nos proporciona adoração porque temos sido purificados. Aos olhos do Pai, estamos com Cristo assentados nos lugares celestiais. Agora, o texto não está dizendo que devemos literalmente nos lavar ou tomar banho antes da adoração, apesar de não ser uma má ideia, especialmente para aqueles ao seu redor no culto. Nós nos aproximamos de Deus para adorá-lO com coração grato porque nossos pecados têm sido lavados e tornados alvos mais que a neve.

No verso 23 de João 4 está escrito: "Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores."

Você viu? A quem que o Pai procura para Seus adoradores? Pastores? Missionários? Irmãos ricos? Irmãos talentosos? O inteligente? Os influentes? Não! Esses são os que nós procuraríamos. Mas Deus procura adoradores transparentes, confiantes e gratos!

Imagine Deus desejando ter comunhão com você. Mas, como somos egoístas! Geralmente vamos à igreja para ver o que podemos ganhar lá. Lemos a Bíblia para recebermos alguma bênção. Oramos para que Deus cumpra nossos desejos. Pense bem: seja a igreja, nossos devocionais, culto – julgamos tudo para ver que proveito ou lucro teremos!

A questão na adoração não é: "Ganhei algo com isso?," mas: "O que eu ofereci?"

 

Stephen Davey

(Parte da mensagem "Encontrando a Joia Perdida", em pdf)

 

Esboço

LivroDeJosue"Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares" (Josué 1:9).

O livro de Josué fornece uma visão geral das campanhas militares para conquistar a área de terra que Deus havia prometido. 
Seguindo o êxodo do Egito e os quarenta anos subsequentes de peregrinação no deserto, a nação recém-formada está agora pronta para entrar na Terra Prometida. 

Comissão: 1:1-15. 
O que pediria Deus ao seu novo líder Josué? 
Talvez as palavras de Deus a Josué sejam as mesmas que Ele nos diria hoje: Sê forte e corajoso! 

Conquista: 4:1-3,8,10-11,17-24. 
Obedecendo a Deus mesmo diante do que não entendiam (no caso da conquista de Jericó) conseguiram, sobrenaturalmente, vencer aquela cidade. 

Caos da derrota: 7:6-7,10-13,16-21,24-26. 
A cidade de Ai era muito mais modesta, foi subestimada e, por conta do pecado de um homem, a nação toda foi derrotada. O pecado não afeta apenas aquele que o pratica, mas aqueles que estão à sua volta. 

Capacitação divina: 8:1-35
Uma vez que o pecado foi resolvido, Deus capacitou o povo a vencer novamente e conquistar a terra. 
Confissão de pecados traz cura, mas negação só agrava o problema. 

Compromisso: 24:14-28,31. 
O livro termina com um convite para que o povo decida se quer servir a Deus e Josué faz uma das afirmações mais lindas de toda a Escritura: "Eu e a minha casa serviremos ao Senhor" (Josué 24:15c).

 

Pr. Leandro Tarrataca