Não desista

nao desista"Então ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo" (2 Coríntios 12:9).

Em sua segunda viagem missionária (Atos 15 a 18), Paulo, Barnabé e Marcos passaram por várias cidades. 
Onde não havia igreja, eles implantaram uma. 
Em Filipos, Paulo foi preso e solto após a conversão do carcereiro. Em Tessalônica irmãos foram presos no lugar de Paulo. 
Em Corinto Paulo foi preso e levado ao tribunal de Gálio. 
Mas Paulo não desistiu! 
Em sua terceira viagem, em Éfeso, o livro de Atos nos relata detalhes de perseguição. 
Mas Paulo não desistiu! 

E você teria desistido? 
E você que já esteve envolvido em uma caminhada cristã e hoje não está mais? 
Você desistiu? 
E você que foi tão usado no louvor, seja cantando, seja tocando, você que tinha tanta intimidade com Deus, e agora? 
Quantas melodias silenciaram! 
Você que era líder do ministério infantil, de jovens, de oração, da recepção. 
Você que é pastor, você que é missionário. 
O fogo apagou? 
Quando olhamos para dentro de seu peito vemos cinzas. 

O amor de Cristo é mais importante do que as ofensas dos homens. 
É preciso estar apaixonado. 
Tudo sofrer, tudo crer, tudo esperar, tudo suportar. 
Eu quero te convidar a se apaixonar novamente por Cristo.

 

Pr. Leandro Tarrataca

 

Como desenvolver a santidade

caminho farolSonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece as minhas inquietações. Vê se em minha conduta algo te ofende, e dirige-me pelo caminho eterno. (Salmo 139:23,24)

Uma verdade bíblica, que nem sempre estamos acostumados, é a de que todo salvo por Jesus é um santo. E sua santidade não pode aumentar ou diminuir, pois a condição de santo está ligada à sua salvação. No entanto, o que Deus requer de nós, não é a busca para aumentar a santidade, mas que cumpramos o papel de já sermos santos.

Uma das exigências que a santidade trás é a consagração diária. Deus não o obriga a se consagrar, Ele o convida. É sua parte. Uma vez salvo, há o convite, consagre-se.

Brevemente, podemos notar alguns aspectos da consagração.

  • O primeiro é uma decisão pessoal, pois se trata de um convite. Observe a pessoalidade na síncope apresentada, onde Davi demonstra voluntariedade.
  • Segundo, é uma decisão de ser avaliado. Observe o desejo do salmista em pedir para Deus avaliá-lo, sondá-lo.
  • Terceiro, é uma decisão de entrega. Observe a disposição do autor ao receber a avaliação de deixar tudo que está errado e buscar conserto.

Quando voce tomar a decisão de se consagrar, saiba que deverá entregar tudo ao Senhor. Ele fará uma avaliação de sua vida e indicará o que deve mudar. Tome esta decisão, não resista a avaliação do Senhor, pois quando Deus, por meio de sua Palavra, indica o caminho mau, Ele também proporciona uma saída. Um caminho novo. Não fique estagnado em sua vida. Consagre-se ao Senhor e obterá mudanças.

 

Pr. Paulo Henrique Tavares

 

Deus generoso

abundancia[Deus] …é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos… — Efésios 3:20

Quando nossa família morou em Chicago há muitos anos, desfrutamos de muitos benefícios. Próximo ao topo de minha lista estavam os incríveis restaurantes que pareciam tentar superarem-se, não apenas na excelente culinária mas também nos tamanhos das porções. Em uma lanchonete italiana, minha esposa e eu pedíamos meia porção de nosso macarrão favorito e ainda tínhamos o suficiente para levar como jantar para a noite seguinte! As porções generosas nos faziam sentir como se estivéssemos na casa da vovó, que derramava amor por meio da comida.

Também sinto um amor expansivo quando leio que meu Pai celestial liberou sobre nós as riquezas de Sua graça (Efésios 1:7,8) e que Ele é capaz de fazer "…infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos…" (3:20). Sou tão grato pelo fato de que o nosso Deus não é um Deus mesquinho que a contragosto distribui Suas bênçãos em pequenas porções. Antes, Ele é o Deus que derrama perdão ao pródigo (Lucas 15), e diariamente nos coroa "…de graça e misericórdia" (Salmo 103:4).

Há momentos em que pensamos que Deus não nos proveu como gostaríamos. Mas se Ele não fizesse nada mais além de perdoar nossos pecados e nos garantir o céu, já seria abundantemente generoso! Alegremo-nos hoje em nosso generoso Deus.

 

Louve ao Deus de quem todas as bênçãos fluem!

 

Joe Stowell

  

andar com Deus"Andou Enoque com Deus e já não era, porque Deus o tomou para si" (Gênesis 5:24).

Enoque andou com Deus. 
Encontramos sua história em Gênesis 5
Uma história bastante interessante. 
Todas as pessoas citadas no capítulo 5 foram longevas. 
Pessoas que viveram mais de 800 anos. 
Mas, todas elas morreram. 
A única exceção da lista é Enoque. 
Ele andou com Deus, viveu com Deus e, ao invés de deixá-lo morrer, Deus o tomou para Si. 
Enoque não morreu. 
Ele foi levado com vida à Presença de Deus. 
300 anos caminhando com Deus. 

Quando tudo vai bem, nós também precisamos ter fé para andar com Deus, fé para viver com Deus. 
Alguém já afirmou com muita propriedade que há dois tipos de provação: prosperidade e adversidade. 
E a pior delas é a prosperidade. 
Quando tudo vai bem nós precisamos lembrar do exemplo de Enoque: andar com Deus. 
Enoque não andou apenas um ano, dez, ou cem anos com Deus. Não! 
Nós estamos falando de alguém que andou 300 anos com Deus! Precisamos ter fé para viver. 
Precisamos ter confiança em Deus para que possamos caminhar com Ele. 
Não apenas aos domingos, quando temos o culto na igreja; não apenas quando outros cristãos estão à nossa volta. 
Precisamos ter fé para que nossas vidas tenham consistência para caminharmos sempre junto ao nosso Deus.

 

Pr. Leandro Tarrataca

 

Hora certa

hora certa"Esperei com paciência pelo Senhor, e ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor" (Salmo 40:1).

Quem gosta de esperar?... 
Quem gosta de esperar?... 
Nenhum de nós. 
Ninguém gosta de esperar. 
Principalmente quando queremos que algo aconteça ou quando queremos que um problema seja resolvido.

Uma música evangélica para crianças diz: "Temos que aprender a esperar, temos que aprender a esperar." 
Mas nem as crianças nem os adultos gostam de esperar. No versículo do início lemos que o salmista esperou pelo Senhor e esperou pacientemente. 
O resultado? 
O Senhor se inclinou e ouviu seu clamor. 

Nos dias de hoje ainda precisamos aprender essa lição: esperar com paciência. 
Ainda que pareça que Deus não vê nossa aflição, ainda que pareça que Deus não está ouvindo nossas orações, lembre-se: devemos esperar com paciência pelo Senhor. 
Ele virá ao nosso socorro. 
Sim, Ele virá ao nosso socorro. 
Isso não quer dizer que ele virá de acordo com nosso cronograma, mas segundo o cronograma do próprio Deus. 

Quando aprendermos a esperar com paciência pelo Senhor, viveremos melhor, menos ansiosos, mais tranquilos e com mais qualidade. 
Ele sabe o que é melhor para nós, Ele sabe a hora certa. 
A melhor decisão é confiar e esperar no Senhor.

 

Pr. Leandro Tarrataca