Paz em Jesus

paz em Jesus"Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo" (João 16:33).

Observe bem o versículo acima: a paz que Jesus oferece não é a paz do mundo, mas ela é encontrada Nele mesmo, pois Ele diz: "para que tenhais paz em mim".

No mundo nós passamos por aflições, nós passamos por provações gerais, porque vivemos em um mundo de pecado. 
Nós nos deparamos com aflições constantemente, e Deus faz uso destas aflições para aperfeiçoar o nosso caráter; às vezes, enfrentamos aflições como forma de disciplina divina que vem diretamente para nós, porque eu e você falhamos na presença de Deus. 
Mas, seja como for, seja qual for a nossa angústia e a causa do que estamos enfrentando, Jesus nos oferece de Sua perfeita paz.

Em Filipenses 4 v. 7, o apóstolo Paulo, comentando o ensino de Jesus, faz uma observação bastante interessante, a palavra de Deus diz assim: "E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus". 
A ideia aqui é uma figura de que a paz seria como um soldado, uma sentinela que estaria protegendo os nossos corações e mentes, a fim de que as preocupações deste mundo não tivessem oportunidades para nos perturbar.

Você tem esse tipo de paz? 
Encontre-a em Jesus.

 

Pr. Leandro Tarrataca

 

Ele é suficiente

pao da vida

"Então Jesus lhes declarou: Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim jamais terá sede" (João 6:35).

No Antigo Testamento, Deus se apresenta a Moisés como sendo o Eu Sou, o Eterno, Aquele que Era, que É e sempre Será. 
Deus acima de todas as coisas. 
Jesus emprega as mesmas expressões para Si. 
Ele também se denomina como 'Eu Sou. O Eterno'. 
Jesus é Quem sustenta a nossa fome espiritual. 
Não há outro que possa suprir a necessidade espiritual da vida humana a não ser Jesus.

Ele nos afirma: "Eu Sou o Pão da vida", ou seja, Ele é Aquele que sacia eternamente a vida espiritual dos homens. 
Jesus continua sendo as respostas de nossas inquisições espirituais. 
Jesus é Aquele que pode encher o vazio de nossos corações. 
Em João 8:12, Jesus diz: "Eu Sou a Luz do mundo. Quem Me segue não andará nas trevas, pelo contrário, terá a luz da vida". 
Jesus é a Luz do mundo. 
Ele é Aquele que dissipa as trevas de nossas vidas.

Quando Sidarta Gautama, o Buda, estava para morrer, ele confidenciou a um de seus discípulos: "Eu morro à procura da luz". 
Quando Jesus surgiu no cenário da história humana, Ele não disse que estava procurando a luz. 
Ele disse: "Eu Sou a Luz do mundo".

Ele é Aquele que pode arrancar de nossas vidas a mais densa escuridão.
Ele pode arrancar de nossas vidas aquilo que, de fato, tem nos privado de desfrutar da Presença Divina. 
Jesus é a Vida, e é o Caminho a Deus.

 

Pr. Leandro Tarrataca

 

Quatro perguntas, quatro respostas

curva acentuada1. Quando uma criança pergunta: "Como Deus é?", você pode simplesmente dizer: "Olhe para Jesus Cristo."

Deus Pai e Deus Espírito são invisíveis. Quando você um dia vir a Deus em toda a Sua glória, você olhará para nenhum outro além do Soberano, Magnificente Senhor Jesus Cristo glorificado (Cf. Colossenses 1.15).

 

2. Quando um cientista ou um estudioso perguntar: "O que Deus disse?" Você pode responder, "Ouça a Jesus Cristo."

John Bailie, da Universidade de Edinburgh na Escócia, estava ensinando numa Universidade nos Estados Unidos um tempo atrás. Um advogado representante legal daquela mesma universidade levantou-se e perguntou: "Você fala sobre confiar em Deus, orar a Ele e fazer a vontade Dele, mas isso é tudo unilateral. Nós falamos com Deus, nos prostramos diante Dele e levantamos nossos corações a Ele, mas Ele nunca fala conosco; Ele não faz nenhum sinal."

Penso no que o autor de Hebreus escreveu no capítulo 1, versos 1 e 2: "Havendo Deus, outrora, falado... pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho."

Ouça a Jesus! O evangelho de João são as palavras e obras do Deus encarnado!

 

3. Quando um filósofo ou cético perguntar: "O que Deus fez?" Você pode responder: "Deixe Jesus Cristo mostrar para você."

Entretanto, você deve estar disposto a olhar. Jesus disse que Ele era o Criador de todas as coisas; e essa é uma grande declaração. Ou Jesus Cristo era um rabino iludido ou Ele realmente era Deus!

João escreveu sobre sete milagres realizados por Jesus que indubitavelmente O revelam como Deus. E João finaliza seu evangelho dizendo no capítulo 20, verso 31: "Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome."

 

4. Quando alguém perturbado, desesperançoso e desencorajado perguntar: "Qual o significado da vida?" Você pode responder: "Deixe Jesus guiá-lo para o caminho certo."

Pelo fato de Jesus Cristo ser quem Ele é, Ele é capaz de fazer o que disse; Ele cumpre cada uma de Suas promessas; Ele é capaz de realizar tudo quanto disse que faria.

Agora, imagine que você esteja dirigindo numa estrada e vê uma placa que adverte: "Devagar, curva perigosa." Imediatamente, você é confrontado com uma decisão a fazer: um, você vê a placa e diminui a velocidade; ou dois, você ignora a advertência e mantém sua velocidade. Todavia, qualquer que seja sua decisão, você nunca mudará a verdade da advertência.

Bem, aqui está uma placa:

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus." [João 1.1]

Jesus Cristo disse acerca de si mesmo em João 14, verso 6: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai a não ser por mim."

Assim como diante daquela placa na estrada, você se vê agora diante de uma decisão. Você pode ver e crer; ou você pode ver e ignorar; ou ainda você pode ver e contestar. Sua decisão, contudo, nunca poderá mudar a verdade dessa advertência – ela sempre será a verdade.

 

Stephen Davey

(Parte da mensagem "Quando o Céu Desceu", em pdf)